Take a fresh look at your lifestyle.

10 alimentos que aumentam a imunidade

0 212
Compartilhe
Avalie esse post

Nos dias mais frios e chuvosos no ano é comum que muitas pessoas tenham imunidade baixa, mas é importante cuidar da saúde e tomar simples precauções, como incluir em sua dieta alimentos que aumentam a imunidade. Conheça aqui neste artigo quais itens não podem faltar em sua geladeira para evitar os temidos resfriados, dores de garganta e quaisquer doenças causadas por baixa imunidade.

Aumentar a imunidade pode ser algo simples, basta usar produtos naturais em sua dieta para melhorá-la e fortalecer seu sistema imunológico.

1. ALIMENTOS FERMENTADOS

Um dos alimentos indicados para estimular nosso sistema imunológico são os naturalmente fermentados. Eles têm um poderoso efeito sobre o sistema imunológico intestinal, sendo esta a primeira linha de defesa contra patógenos, além de ajudar na produção de anticorpos.

Entre eles encontramos o kefir, a grande estrela dos alimentos probióticos. Esse alimento equilibra nosso ecossistema interno, pois possui um grande número de bactérias benéficas.

O iogurte é também parte destas grandes aliados do sistema imunológico, contém láctico, fermentos ativos e bactérias que são muito benéficos.

2. MEL, PRÓPOLIS E GELÉIA REAL

Todos eles vêm da elaboração realizada pelas abelhas. Primeiro, própolis. É a resina da abelha e é um dos compostos com maior espectro antimicrobiano do mundo. Uma parte contém dois compostos fenólicos muito importantes para ajudar a resposta imune.

O mel é outro alimento natural para aliviar a tosse, mas sabemos que também serve para evitar que ele tem uma poderosa capacidade bactericida e anti-séptica. Finalmente, a geléia real. Consiste de um superalimento natural que aumenta a resistência do nosso corpo às baixas temperaturas.

3. LIMÃO

Todos os citros possuem alta concentração de vitamina C, incluindo tangerina, laranja, limão e acerola. Este último também possui propriedades anti inflamatórias muito importantes para prevenir as defesas reduzidas.

4. GENGIBRE

É um antiviral poderoso. Fortalece nosso sistema imunológico contra infecções virais, além de ser descongestionante e expectorante.

5. ALHO

Combina o trio antibacteriano, antiviral e fungicida. Deve ser fresco, porque se não perder suas propriedades. Também contém alicina, que é anticancerígena. Por sua vez, reduz o colesterol, a pressão arterial e diminui o risco de coágulos sanguíneos e derrames.

6. Cebola

Previne a infecção do trato respiratório, descongestionando os brônquios, graças aos polifenóis que possuem propriedades anti inflamatórias. Além disso, umidifica o ar naturalmente pelos vapores que emana. Isso reduz a tosse e o muco nas vias aéreas.

7. Cogumelos

Os fungos são ricos em proteínas, fibras, vitamina B e C, cálcio e minerais, é um superalimento indispensável na nossa dieta para fortalecer nosso sistema imunológico durante o inverno. Possuem propriedades antimicrobianas e antivirais, pois possuem beta-glucanas que estimulam e modulam a resposta do sistema imunológico. Os mais indicados são reishi, shiitake e maitake.

8. ÓLEO DE COCO

Rico em ácido láurico (que se transforma em monolaurina no organismo). É um composto presente no leite materno que é responsável pelo fortalecimento da imunidade do bebê. Portanto, faz do óleo de coco um superalimento que nos ajudará a fortalecer nossas defesas. Podemos incorporá-lo em nossas receitas quentes e para a preparação de smoothies frios ou sorvetes de frutas naturais.

9. CÚRCUMA

A raiz da cúrcuma (botanicamente relacionada ao gengibre) é considerada um superalimento em todos os níveis. Tem propriedades anti inflamatórias, anticancerígenas, antioxidantes, hepatoprotetoras e neuroprotetoras. Contém lipopolissacarídeos que fortalecem o sistema imunológico protegendo nosso corpo contra a imunidade baixa.

10. ÁGUA

Embora isso pareça óbvio, permanecer hidratado é essencial para prevenir as constipações e defesas, porque ajuda a dissolver o muco, libertando o trato respiratório e protegendo contra a invasão de bactérias. Recomenda-se beber entre 2 e 3 litros por dia,  dependendo da atividade física da pessoa. Podemos adicionar água de coco para aumentar a concentração de eletrólitos e promover a hidratação em momentos de intensidade máxima.

Deixe o seu comentário